top of page

Maple Bear, por Giovanna Meneguetti

Nascida e criada no universo da educação, a jornada de Giovanna Meneguetti não poderia ser outra. Hoje como diretora da Maple Bear Maringá e responsável por implantar na cidade esta franquia de origem canadense, ela e sua equipe promovem educação infantil com padrões internacionais


TEXTO VINÍCIUS LIMA FOTOS JOÃO PAULO SANTOS


Filha de Beatriz Meneguetti, diretora proprietária da Cultura Inglesa de Maringá, Giovanna Meneguetti passou a frequentar a escola da mãe já aos 3 meses de vida. Não tardou muito para ela, ainda criança, ajudar na escola da forma que era possível. “Minha mãe sempre me incentivou a ajudar na Cultura Inglesa, eu adorava ajudar a imprimir os boletos de mensalidade na impressora matricial, organizar os livros na biblioteca, e com isso percebi que estudar também era algo que eu gostava muito, desde pequena”.

O sonho de ser professora começou a se materializar realmente na cabeça de Giovanna a partir dos 10 anos, quando ela se tornou uma referência entre seus amigos para tirar dúvidas sobre as disciplinas. “Eu amava ensinar meus amigos, e sou tão grata por, desde a infância, minha família me apoiar em meu sonho de seguir uma carreira no magistério”, conta Giovanna.


Após trabalhar como professora na escola da mãe e aos 21 anos de idade conquistar o nível C2 de proficiência em inglês (que é o sexto e último nível de inglês segundo o Quadro Europeu Comum de Referências para Línguas, um inglês comparável a de um nativo), Giovanna, com apoio da família, decidiu seguir carreira própria através de uma escola que não apenas ensina o idioma inglês, mas usa-o como parte integrante do ensino de diversas outras disciplinas.


Foi assim que Giovanna entrou de cabeça no ensino bilíngue ao trazer para Maringá uma das maiores redes de ensino do mundo, a Maple Bear, uma escola de origem canadense que está no ranking das melhores metodologias de ensino do mundo. “Eu acredito muito na frase de Nelson Mandela, que diz que a educação é a arma mais poderosa com a qual podemos mudar o mundo, foi por isso que escolhi ser professora e é por isso que fundei a Maple Bear em Maringá, para promover todas as boas práticas da educação canadense, que é realmente apaixonante”, declara Giovanna.


Com formação em pedagogia, Giovanna fez diversos cursos de extensão na Inglaterra de Metodologia de Ensino para Educação Infantil e Fundamental; fez também um curso de Gestão Escolar na Finlândia, país considerado referência mundial em educação; além de um curso em Gestão Educacional em São Paulo, onde também teve a experiência de ser gestora trainee de uma unidade da Cultura Inglesa. Experiências que, segundo ela, ampliaram sua visão sobre a grandeza de uma gestão escolar. “Como professora, jamais imaginei tudo o que envolve a gestão de uma escola, todas essas experiências fundamentaram as bases para que eu tivesse condições de sonhar em trazer a Maple Bear para Maringá”.


Giovanna já conhecia a marca Maple Bear quando em 2018 teve a oportunidade de conhecer o gerente de expansão da Maple Bear durante o GEduc, o principal congresso de gestão educacional do país, que acontece anualmente em São Paulo. “Eu não imaginava, mas no dia seguinte me reuni pessoalmente com o Diretor Acadêmico Global da Maple Bear, o Diretor Acadêmico da Maple Bear Brasil e o CEO da Maple Bear Brasil, na época dois canadenses e um brasileiro, e nessa conversa inicial já percebemos que toda a filosofia da marca, suas metodologias e propósitos estavam alinhados com tudo o que eu acreditava”, conta Giovanna.


Entre assinar o contrato de franquia em 2018 e inaugurar a escola em 11 de janeiro de 2021 Giovanna percorreu uma longa e burocrática jornada de leis, regras e normas de todos os estratos que compõem a legislação do país, além de adequações sanitárias e educacionais necessárias para se obter um alvará. Tudo isso somado com uma inesperada pandemia de dimensões globais fez Giovanna pensar em desistir. “O que me motivava a não desistir, mesmo com todo mundo me chamando de louca [risos] foi me apegar a certeza de que não se tratava de um empreendimento, mas de uma ferramenta com a qual eu poderia colaborar para moldar cidadãos do futuro”, conta, emocionada.


O edifício que hoje abriga a Maple Bear Maringá foi encontrado em setembro de 2020, e passou por diversas reformas até sua inauguração em janeiro de 2021. Após a inauguração, Giovanna ainda precisou travar sua última batalha: a liberação do Núcleo Regional de Educação, que aconteceu em 29 de março de 2021. Uma semana depois, 05 de abril, marca o primeiro dia de aulas da escola. “Desde então nos destacamos pela proximidade com que nos relacionamos com nossos alunos e suas famílias, temos diversos alunos que vieram para nós através da indicação de profissionais como psicopedagogos, psicólogos e fonoaudiólogos ao perceber que somos uma das únicas instituições que se preocupam em reportar para estes terapeutas o progresso e desenvolvimento das crianças”, esclarece.


Outro diferencial da Maple Bear é que 100% dos seus professores possuem certificados com reconhecimento internacional em proficiência na língua inglesa, além de pós-graduação em educação bilíngue. “Educar é um sonho coletivo, meu enquanto diretora, do professor que escolheu esse ofício e principalmente dos pais que confiam a nós o que eles têm de mais valioso; fazer parte do futuro promissor de tanta gente é o que nos move”, conclui Giovanna.




Comments


bottom of page