top of page

LUZ E ARTE

“Uma boa iluminação levanta uma arquitetura medíocre, e uma iluminação ruim acaba com o melhor projeto”


TEXTO VINÍCIUS LIMA FOTOS JOÃO PAULO SANTOS

Esta frase atribuída a Oscar Niemeyer denota de forma muito evidente que a iluminação é um dos elementos mais importantes da arquitetura. Por meio de um projeto luminotécnico podemos transformar (para melhor ou para pior) toda experiência e formas de convivência em qualquer espaço: em casa, em projetos comerciais e também ambientes públicos.


Além dos efeitos de contraste, profundidade e cor (elementos que por si só desempenham um papel fundamental para a concepção estética de qualquer projeto) a iluminação vai além e afeta diretamente na própria biologia do ser humano. Isso mesmo! A luz em um ambiente pode ser usada para diferentes fins, como acelerar nosso metabolismo e ativar a concentração, ou convidar ao relaxamento e conforto.


Por isso é tão importante a presença de um profissional especialista neste tema, trabalhando em parceria com arquitetos e engenheiros para conceber projetos luminotécnicos alinhados com o uso e objetivos de cada espaço. Este profissional é o Lighting Designer.


Respeitadíssima profissional da área em nossa região, a lighting designer e arquiteta Arianne Vatanabe Thom explica que em se tratando de arquitetura, a diferença entre o bom e o excelente pode ser a linha tênue da iluminação: “projetar espaços pensando na utilidade de cada cômodo contribui para o bem-estar das pessoas e destaca os pontos fortes da arquitetura e da decoração, seja de dia ou de noite”.


Especialista em Design de Interiores pelo Instituto Europeu de Design de Barcelona e mestre em Lighting Design pela Universidade Politécnica de Madri, Arianne abriu um escritório de arquitetura especializado em iluminação em Maringá no início de 2009, e logo percebeu que a cidade carecia de uma loja com peças técnicas e decorativas que pudesse dar vazão à liberdade criativa de seus projetos. Foi assim que surgiu a Kelvin Lighting Design, uma galeria de iluminação há mais de 10 anos sob a curadoria de Arianne no mesmo endereço. “A grande sacada foi que eu conhecia muitos fornecedores nacional e internacionalmente e, como lighting designer eu não conseguia dar vazão ao meu ofício simplesmente porque em Maringá ninguém vendia. Eu queria a solução ideal para o projeto, mas em Maringá não era possível especificar nenhum produto”, explica Arianne.


Na Kelvin LD encontramos peças autorais, de nomes importados e principalmente de designers nacionais, ressaltando a importância do design consagrado e da originalidade em soluções e formas. “Uma peça assinada não é um luxo, é um valor que você imprime para o espaço em que habita, é a segurança de que aquele objeto e o seu uso vão resistir ao tempo e às tendências obsoletas”, esclarece Arianne.


Hoje os principais parceiros da Kelvin são arquitetos, designers, engenheiros, construtoras e incorporadoras. A equipe é formada por profissionais da área de construção e arquitetura para proporcionar a cada cliente uma consultoria técnica exclusiva e muito personalizada, para promover muito mais do que uma venda comum, e sim uma experiência com a iluminação e todos os cuidados no acompanhamento de obra e pós-venda.


Apaixonada por desenho autoral, Arianne decidiu trazer para Maringá uma segunda galeria, esta voltada para obras de arte. A Urban Arts é uma rede de galerias que visa democratizar o acesso à obras de arte com desenhos autorais. As obras de arte são impressas on demand nos melhores materiais, com diversidade de formato e uma tiragem máxima de 250 unidades de uma mesma obra no mundo.


Apaixonada pela essência da marca, Arianne explica que as obras impressas não têm a pretensão de serem comparadas à arte tradicional das pinturas sob tela, mas sim estabelecer um novo padrão acessível para diversas pessoas. “a ideia é oferecer para o mercado algo de qualidade de forma democrática”.




Kommentare


bottom of page