top of page

Já é hora de fazer Blefaroplastia?

Pergunta comumente feita na clínica do doutor Gustavo Siqueira, principalmente entre os pacientes mais jovens, a idade certa para se fazer a cirurgia estética mais realizada do mundo é uma dúvida que esclarecemos agora


TEXTO VINÍCIUS LIMA FOTO JOÃO PAULO SANTOS


A blefaroplastia é uma cirurgia plástica que consiste na retirada do excesso de pele das pálpebras inferiores e/ou superiores, podendo ou não ser acompanhada da retirada do excesso de gordura nas pálpebras. Por ser um procedimento considerado de baixa complexidade e de rápida recuperação do paciente, associado a uma evolução significativa na aparência "cansada" proporcionada pelo excesso de pele sobre os olhos, a blefaroplastia cresceu em popularidade no mundo todo, se tornando a cirurgia estética mais realizada no planeta.


Contudo, uma dúvida permanece: qual a melhor idade para se fazer a blefaroplastia? O doutor Gustavo Siqueira, médico oftalmologista especialista em cirurgia plástica ocular, relata uma incidência muito grande de pacientes que levam esta dúvida para seu consultório. Ele explica: "não sou eu, médico, quem devo falar que é hora de fazer a blefaroplastia, o melhor conselheiro nessa hora é o espelho". Em outras palavras, o doutor Gustavo esclarece que cada pessoa tem um senso estético individual, por isso o incômodo com a aparência dos olhos também deve acontecer em âmbito subjetivo. Se o paciente tem desejo de mudar a aparência do seu olhar, então a hora é essa.


Uma das maiores preocupações do paciente mais jovem é se deve-se esperar a flacidez da pele aumentar e o olho "cair mais" por assim dizer. Gustavo esclarece que isso é um mito, pois a durabilidade da cirurgia aumenta consideravelmente quando o paciente tem boas reservas de colágeno, todos os ligamentos de sustentação mais firmes, características intrínsecas ao paciente mais jovem. "É por isso que tenho pacientes dos 30 aos 90 anos, e todos são diferentes, por isso trata-se de uma cirurgia extremamente personalizada", conforme esclarece o doutor Gustavo, pois a constituição da fisionomia varia de paciente para paciente.

"Quando um paciente me pergunta 'doutor, é hora de operar?', eu devolvo com a pergunta 'o que te incomoda?', a blefaroplastia, seja para diminuir a bolsa de gordura da pálpebra inferior ou para revelar o sulco palpebral na superior (área onde as mulheres aplicam sombra na maquiagem) são intervenções simples mas que geram grande impacto na aparência do paciente, por isso trata-se de uma escolha particular", conclui Gustavo.



Gustavo Siqueira (CRM/PR 19056 | RQE 11635) é Graduado em Medicina pela Faculdade Estadual de Medicina de Marília, é Mestre em oftalmologia plástica ocular pela faculdade de medicina de Ribeirão Preto, possui Título de especialista em oftalmologia pelo congresso brasileiro de oftalmologia e é Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica Ocular.




bottom of page