top of page

Com um projeto luminotécnico - o design chega antes

Quando o projeto de iluminação entra na obra antes mesmo da fundação dos alicerces, na fase inicial do desenho, os resultados são visualmente mais impactantes e a obra valorizada



A iluminação, seja ela natural ou artificial, é um elemento que, embora imaterial, desempenha um papel importantíssimo na arquitetura de um projeto, influenciando diretamente o cotidiano das pessoas que irão usufruir de um novo espaço, seja ele residencial, corporativo ou comercial. É por isso que Arianne Vatanabe Thom, arquiteta, mestre em Lighting Design pela Universidade Politécnica de Madrid, fundou a Kelvin Lighting Design com o objetivo não apenas de ser uma loja com uma curadoria única de peças de iluminação, como também compor um time de profissionais que, sob sua direção, oferecem um serviço único na cidade em projetos de iluminação.


Como uma verdadeira aliada dos escritórios de arquitetura, Arianne explica que quanto mais cedo o projeto entra na Kelvin, melhores são as soluções possíveis de serem especificadas para a obra: “temos vários profissionais parceiros da área da construção civil, como arquitetos, designers e também construtoras e incorporadoras, que recorrem ao nosso time inclusive para otimizar o projeto, visto que com nossa expertise temos o conhecimento técnico para, por exemplo, fazer uma redução da quantidade de luminárias – e consequentemente de suas fontes de luz e consumo –, compatível com o efeito de iluminação esperado”, explica Arianne.


Em seus 13 anos de Kelvin Lighting Design, Arianne consolidou-se como o elemento-chave na concepção da luz em ambientes que transpiram aconchego, elegância, bom gosto e, principalmente, personalidade. “O efeito da luz não é apenas o resultado de uma forma arquitetônica, mas um elemento fundamental que compõe a arquitetura e, como tal, pode ser planejada muito antes do assentamento dos tijolos. É necessário domínio técnico, conhecimento específico sobre produtos e suas caraterísticas, para dar soluções coerentes e que também tragam emoção aos ambientes”, conclui Arianne.


Na foto, em obra da arquiteta Simone Kay, Arianne posa com luminárias da coleção Rito, de Dsgn Selo.




Comments


bottom of page