top of page

Clínica Evoluir e o tratamento domiciliar para TEA

Especialistas no modelo Denver, aceito mundialmente como o melhor tratamento para intervenção precoce em crianças com Transtorno do Espectro Autista de 1 a 5 anos, a Clínica Evoluir leva tratamento intensivo e humanizado para o ambiente que a criança mais gosta: a casa


TEXTO VINÍCIUS LIMA
FOTO HUELBERTI FRANCO

Todo bebê quando chega ao mundo está em fase de crescimento (físico, intelectual, emocional, social…) e de adaptação a este fabuloso universo novo. Neste processo evolutivo natural, algumas crianças podem enfrentar desafios de desenvolvimento cognitivo, como os Transtornos de Desenvolvimento Global ou até mesmo o TEA – Transtorno do Espectro Autista.


Fato consenso entre a comunidade científica é que quanto mais cedo for a intervenção de terapias nestas crianças, melhores são os resultados apresentados a longo prazo. Foi pensando nisso que as profissionais Patrícia Geron (Psicóloga, CRP 08/10711) Sabrina Moreschi (Fonoaudióloga, CRFa 3-9499) e Renata Rodrigues (Psicóloga, CRP 08/17716) fundaram em Maringá a Clínica Evoluir, uma clínica que reúne especialistas na intervenção terapêutica precoce de indivíduos TEA por meio do Modelo Denver.


O Modelo Denver apresenta um nível de robustez científica e é um tratamento de referência para o autismo, considerado o melhor do mundo para intervenção precoce. A doutora Renata explica que o coração dos sintomas do autismo são a falta de reciprocidade social e interesses sociais, porém, o modelo Denver atua em todas as esferas do desenvolvimento da criança. "Nesse modelo utilizamos o jogo para o aprendizado, onde o interesse da criança guia a intervenção, e tudo acontece no ambiente natural dela, dentro do quarto da criança, onde ela vai desenvolver comunicação expressiva, competências sociais, motricidade fina, motricidade grossa, independência pessoal, cognição, imitação e diversas outras competências".


A terapia pelo modelo Denver é considerada intensiva, pois possui uma carga horária de no mínimo 10 horas semanais. Na Clínica Evoluir, cada criança tem no mínimo duas profissionais envolvidas diretamente no caso, conforme explica Patrícia Geron: "a profissional que estará em contato diário com a criança é a assistente terapêutica, treinada para realizar atendimentos no ambiente natural da criança, e a outra profissional é a coordenadora do caso, que realiza avaliações, monta o plano de ensino, dá suporte e orientação para a assistente terapêutica, para a família e para a criança".


Ao longo do tratamento, o desenvolvimento da criança é apresentado à família por meio de gráficos que expõem todo o quadro evolutivo monitorado e coletado durante o tratamento. Um trabalho lindo feito com o apoio da família e dos terapeutas.


Para conhecer mais sobre o trabalho desenvolvido pelas profissionais da Clínica Evoluir, acesse evoluirmaringa.com.br ou ligue 44 99894-2963.







Commentaires


bottom of page